Implantes Dentários

Implantes Dentários

Implantes dentários são estruturas de titânio em forma de parafuso, colocadas cirurgicamente no maxilar superior ou inferior para substituir a raiz dos dentes e dar suporte a uma prótese. 

Atualmente, existe uma grande variedade de técnicas e formas de reabilitação com implantes. No sentido de optar pela melhor solução, cada caso deve ser analisado individualmente. Para cada paciente é elaborado um plano de tratamento adequado após a realização de um estudo detalhado do caso, com o auxílio de exames radiográficos, TACs e planificação 3D assistida por computador, se necessário.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Os implantes dentários envolvem 3 etapas. A primeira etapa é a etapa de diagnóstico e plano de tratamento. A segunda etapa é a fase cirúrgica onde são colocados os implantes dentários. A última etapa é a reabilitação protética.

No dia da Cirurgia a alimentação deve ser leve, evitando-se alimentos gordurosos, fritos, laxantes, fermentáveis (leite, queijos, banana); mas deve ser nutritiva.

Comparecer à clínica com alguma antecedência vestindo roupas leves e confortáveis;

Se possível vir acompanhado(a);

Evite o uso de jóias e maquilhagem;

Evitar fumar nas 72 horas que antecedem a cirurgia e nos 30 dias que a sucedem para evitar complicações anestésicas e cirúrgicas, além de contribuir para a melhor cicatrização dos tecidos;

Planear previamente a ausência no trabalho, de acordo com o tipo de cirurgia a ser realizada;

Deixar preparada em casa uma alimentação líquida, fria e mole, como sopas, sumo, vitaminas, gelados de gelo, etc…;

Evitar a ingestão de medicamentos à base de ácido acetilsalicílico (aspirina) nos 4 dias anteriores á cirurgia;

Tomar os medicamentos conforme a prescrição recebida na clínica;

Esclareça suas dúvidas antes da cirurgia. Tenha certeza de que entendeu as orientações pré e pós-operatórias, assim como a prescrição de medicamentos a ser tomados.

Após as cirurgias da cavidade bucal o paciente deve tomar alguns cuidados importantes para evitar o aumento do edema (inchaço), dor, hemorragias e infeções. Os três primeiros dias após a cirurgia são fundamentais para a estabilização inicial do coágulo sanguíneo e esse período é crítico para um bom resultado pós-operatório sem complicações.

Tomar corretamente a medicação prescrita pelo cirurgião.
Essas incluem basicamente antibióticos, anti-inflamatório e analgésico.

Fazer gelo no rosto nas primeiras 6 a 8 horas após a cirurgia. 
Aplicar gelo durante 15 minutos e intervalo de 15 a 20 minutos, quanto maior o período de aplicação de gelo ocorrerá uma diminuição significativa do edema facial melhorando também possível dor e diminuindo a vascularização local evitando assim hemorragias.

Alimentação líquida/pastosa e fria durante 8 dias. 
Uma alimentação dura pode traumatizar o local da cirurgia removendo o coágulo e provocando hemorragias assim como alimentos quentes podem aumentar a vascularização local e também provocar hemorragias. Beba líquidos frios, iogurtes, batidos, sopas, vegetais muito cozidos. Coma para o lado contrário à área operada.

Morder gaze no mínimo 30 minutos. 
A gaze mantida sobre o local da cirurgia irá fazer uma compressão e promoverá hemostasia. É importante que a gaze fique colocada sobre a ferida cirúrgica e não entre os dentes, se essa ficar dessa maneira não irá comprimir a ferida e não será obtido o efeito desejado. Caso o paciente apresente algum distúrbio de coagulação a gaze deverá ser mantida por mais tempo.

Em caso de hemorragia colocar uma compressa embebida em água oxigenada no local cirúrgico mantendo pressão durante 15 a 20 minutos.

Dormir com 2 almofadas altas durante 2 noites após a cirurgia. 
Um leve sangramento quando o paciente se encontra deitado é bastante normal. Quando mantemos a cabeça mais elevada diminuímos a circulação sanguínea á cabeça diminuindo assim risco de sangramento.

Dormir com uma toalha sobre a almofada na noite após a cirurgia. 

Manter a higiene bucal.
Não fazer bochechos fortes mas deve higienizar a boca. A escovagem dentária deve ser realizada com escova nova de cerdas moles, o paciente deve colocar a clorexidina na boca durante 30 segundos após a escovagem fazendo um bochecho muito suave e em seguida deixar o líquido cair passivamente da boca, sem pressão.

 

Descansar após a cirurgia.

A recuperação total demora alguns dias por isso faça planos no trabalho ou escola. 

 

O edema vai atingir o seu ponto máximo 48 a 72 horas após a cirurgia.

Em alguns casos podem aparecer negras na cara na região da zona operada se tal acontecer pode aplicar Thrombocid.

 

Limitações. 

Os movimentos dos maxilares e a abertura bucal podem ficar limitados durante alguns dias.

 

Suturas.

Vai encontrar suturas (pontos) na sua boca após a cirurgia. Evite tocar na área das suturas.Estas devem ser removidas entre 10 a 14 dias após a cirurgia 

Não cuspir. 
Esse hábito irá promover uma pressão negativa na boca podendo deslocar o coágulo que está em formação e consequentemente gerar uma hemorragia. Ingerir líquidos por palhinhas também é contra-indicado por seguir o mesmo princípio.

Não fazer bochechos fortes nem sucção por palhinhas. 
Nos primeiros três dias após a cirurgia o coágulo ainda se encontra muito instável e qualquer distúrbio brusco dentro da cavidade bucal poderá remover esse coágulo provocando uma hemorragia. Lembrando que todas as receitas caseiras como fazer bochecho com água gelada, água com sal ou água com vinagre são absolutamente contra-indicados.

Não beba álcool durante uma semana após a cirurgia. 

Não beba líquidos quentes durante 24 horas após a cirurgia.

Não fumar durante todo o processo de osteointegração (especialmente durante as 2 primeiras semanas). 
Ao fumar um cigarro destacamos dois problemas: o primeiro é a sucção do cigarro que provoca uma pressão negativa, já explicada anteriormente, e o segundo problema é a temperatura que o fumo provoca ao entrar na cavidade bucal que é capaz de deteriorar o coágulo podendo provocar infeções. A nicotina destrói a vitamina c, que é essencial para a regeneração tecidular, atrasando a reparação da ferida cirúrgica.

Não realizar atividades físicas nem pegue em pesos durante três dias após a cirurgia.
A atividade física irá promover aumento da circulação sanguínea e uma eventual hemorragia, sendo assim o paciente deverá permanecer em repouso absoluto durante cerca de três dias.

Não ficar exposto ao sol nem em zonas com temperaturas muito elevadas. 
A exposição ao sol/calor aumenta a circulação do sangue e aumenta o risco de hemorragia.

Não use a sua prótese removível até receber autorização do seu Médico-Dentista.

Meet Our Doctors

 Implantes Dentários

Tiago Correia

Implantologia e Cirurgia Oral

Make an Appointment
X